Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

COPA DO MUNDO DE TIRO NO RIO DE JANEIRO PREPARA ATLETAS PARA JOGOS MUNDIAIS MILITARES 2019 E TÓQUIO 2020

  • Publicado: Quarta, 16 de Outubro de 2019, 17h41
  • Última atualização em Quarta, 16 de Outubro de 2019, 18h04

 

Rio de Janeiro (RJ) – O Centro Militar de Tiro Esportivo Tenente-Coronel Guilherme Paraense, arena do legado olímpico sob a responsabilidade do Exército Brasileiro no Rio de Janeiro, sediou, de 26 de agosto a 3 de setembro, a Copa do Mundo de Tiro Esportivo. É a segunda vez em quatro anos que o centro recebe a competição, desta vez, com recorde de atletas e delegações.

Na competição, estão em disputa 16 vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Participam 546 atletas de 72 nações, entre eles estão militares atletas. Foram realizadas as seguintes provas: Carabina de Ar, masculino e feminino; Carabina três posições, masculino e feminino; Pistola de Tiro Rápido, masculino; Pistola 25 metros, feminino e Pistola de Ar, masculino e feminino.

Além dessas provas, houve também as provas de Carabina de Ar Mista e Pistola de Ar mista, no entanto sem vagas para os Jogos de Tóquio. A conquista de novos recordes comprovaram o alto nível da competição e as perfeitas condições dos equipamentos e alvos eletrônicos do legado olímpico, sob a administração do Exército.

O evento no Brasil possibilitou a participação de um número maior de atletas brasileiros, além de prepará-los para os Jogos Mundiais Militares, que ocorrerão em Wuhan, na China, de 18 a 27 de outubro de 2019.

 

Quebra de recorde mundial de tiro 

O novo recorde mundial da prova masculina de Carabina 50 metros, três posições (deitado, de joelho e de pé) foi homologado durante o evento. Quem assina o novo recorde é o suíço Jan Lochbihler, com a expressiva marca de 1.188 pontos, de 1.200 pontos possíveis.

 

Para mais informações sobre o evento, acesse https://www.issf-sports.org/

 

Fonte: CCOMSEx

 

 
registrado em:
registrado em:
Fim do conteúdo da página